Indústria

Soluções Homy Química para o combate do COVID-19

Veja neste conteúdo as soluções Homy Química para o combate do COVID-19 em superfícies, ambientes e nos cuidados pessoais.

O COVID-19 já é uma realidade no Brasil, contabilizando em 533 infectados e 11.278 casos suspeitos, de acordo com as informações divulgadas pelas as secretarias estaduais de Saúde até o dia 19/03/2020. Sendo assim, é importante entender quais precauções devem fazer parte de qualquer rotina para os próximos dias.

Ilustração feita pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos EUA, mostra a morfologia do novo coronavírus, conhecido cientificamente como 2019-nCoV — Foto: Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/Handout via Reuters
Ilustração feita pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos EUA, mostra a morfologia do novo coronavírus, conhecido cientificamente como 2019-nCoV — Foto: Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/Handout via Reuters

Para combater o COVID-19 em superfícies e ambientes:

De acordo com os últimos estudos realizados por cientistas do Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), da Universidade da Califórnia,  o COVID-19 tem o tempo de sobrevivência de 1h até 3 dias,  dependendo da superfície em que está, por isso é muito importante a higienização dos ambientes. São elas: 

Aço inoxidável: 72 horas.

Plástico: 72 horas.

Cobre: 4 horas.

Higienização de superfícies e ambientes:

HT 15 – Detergente concentrado multiuso utilizado na limpeza de equipamentos pessoais, superfícies de aço inoxidável, alumínio, pisos, azulejos, mesas, bancadas, corrimões, portas e maçanetas.

M150 Flotador Multiuso– Produto utilizado para limpeza de paredes, fórmicas, cerâmicas, superfícies metálicas, vinílicos, plásticos, borrachas, etc.

HOMY DESILAV– Desinfetante com alto poder de limpeza e poderosa ação antibactericida, utilizado para higienização de sanitários e pisos em geral.

Pinho Gel- Detergente desodorizante utilizado na higienização de pisos em geral.

Cuidados pessoais para prevenção COVID-19 :

O coronavírus é disseminado por gotículas respiratórias, e não pelo ar. É importante manter as mãos higienizadas e evitar levá-las ao rosto. Lave sempre as mãos com água e sabonete, caso não tenha acesso a água, utilize o álcool em gel.

Higiene pessoal

Sabonete Antisséptico- Sabonete líquido com poderoso poder de desinfecção, utilizado na higienização das mãos em ambientes que exijam um maior grau de higiene.

Sabonetes Líquidos Perolizados– Sabonete líquidos neutros, com alto poder de limpeza e espuma, utilizados na higienização diária das mãos.

Homy Gelfresh – Álcool em gel asséptico 70% com poderoso poder bactericida utilizado na desinfecção das mãos.

(Fonte: G1, New England Journal of Medicine, CDC e Universits of California)

Sem categoria

Limpeza de equipamentos pesados com desengraxante vegetal, funciona?

Para manter o bom funcionamento de qualquer equipamento, é necessário que algumas manutenções sejam feitas. Caso você não saiba, a limpeza também faz parte da preservação das máquinas. Afinal, dependendo da utilidade, é bem provável que a falta desse cuidado resulte em complicações no desenvolvimento das atividades.

Dentro dos inúmeros produtos que devem fazer parte dos cuidados periódicos, o uso desengraxante vegetal interfere diretamente no futuro dos equipamentos, por beneficiar o meio ambiente e os funcionários . Isso porque os desengraxante vegetal é um produto ecológico, biodegradável além de substituir solventes comuns derivados de petróleo.

Primeiro, saiba o que é o desengraxante vegetal!

A fabricação de produtos e insumos de qualidade depende de inúmeras etapas no processo de produção, logo se no meio do caminho ocorre alguma interferência técnica toda linha é atingida. Para evitar tal prejuízo em larga escala e prolongar a vida útil dos equipamentos: o desengraxante vegetal é indispensável.

A lógica é simples, se computadores precisam ser formatados de tempos em tempos, se equipamentos de cozinha precisam de reparos, com as grandes máquinas não seria diferente. Por isso, é importante levar o uso do desengraxante vegetal como parte da faxina regular de uma indústria.

Basicamente, o desengraxante vegetal é usado para dissolver substâncias que podem contaminar as máquinas ou interferir no funcionamento.  Outro ponto importante, é que para resíduos como óleo, graxa e outros contaminantes sejam retirados, a aplicação do desengraxante deve ser feita da superfície das máquinas.

Por que usar o desengraxante vegetal? Conheça os principais motivos!

manutenção

O desengraxante vegetal não é inflamável

Há uma possibilidade muito grande de acidentes industriais terem consequências catastróficas, por esse motivo utilizar produtos não inflamáveis já é um bom começo para evitar tais acontecimentos. Um dos benefícios garantidos pelo desengraxante vegetal é que a sua fórmula possui um elevado ponto de fulgor, ou seja, as chances de incêndio são zero!

O desengraxante vegetal não é tóxico

Pensar no bem-estar dos funcionários é indispensável, sendo assim apostar em produtos não tóxicos é uma forma de garantir a segurança e também estimular a prestação de serviços dos colaboradores.  Além disso, esse produto segue todas as diretrizes impostas pelas normas trabalhistas!

O desengraxante vegetal é compatível com a pele

É comum que produtos de limpeza utilizem de insumos que possam causar irritações dermatológicas, até mesmo, provocar alergias. Contudo, por conta de sua base vegetal, o desengraxante vegetal não causa danos para pele humana, facilitando assim o manuseio do profissional responsável pela limpeza de máquinas.

O desengraxante vegetal não causa impactos ambientais

Por ser um produto de base vegetal isso faz com que o desengraxante vegetal seja também biodegradável, logo tal composição orgânica faz com que sua decomposição ocorra naturalmente, livrando assim o meio ambiente de qualquer tipo de impacto.

O desengraxante vegetal é GREENSAVE LIFE!

Sabe todas as características citadas?  Esses benefícios para o ser humano e para natureza colocam o desengraxante vegetal como um produto Greensave Life, uma vez que riscos e danos praticamente inexistentes.

Vale lembrar também que o desengraxante vegetal da Homy Química conta com o Sistema de Gestão de Qualidade (ISO 9001:2015), dessa forma 100% de todas as matérias primas são analisadas envolvendo também um desenvolvimento de todos os fornecedores e um checklist com objetivo de avaliar as condições de entrega das empresas que transportam o produto.

Sem categoria

Por que manter a frota da sua empresa sempre limpa?

Fique por dentro da importância da limpeza periódica dos veículos e quais são os benefícios.

Manter os reparos dos veículos é algo que deve estar presente no orçamento da sua empresa. Essa prática torna-se fundamental principalmente para transportadoras, afinal a boa performance operacional de uma frota interfere no desempenho das entregas. Entenda a seguir os principais motivos para não negligenciar essa atividade e como a produtividade é afetada positivamente quando a sua limpeza está em dia!

Foto Reprodução

04 motivos para manter a sua frota limpa!

A limpeza periódica de uma frota interfere na redução de riscos e também na vida útil dos veículos. Abaixo veja todos os fatores que devem ser considerados para que essa prática seja regular na gestão de frotas de uma transportadora.

01- Isso é um investimento e não um gasto!

Seja qual for o segmento de um negócio, é preciso levar em consideração que todo reparo precisa ser encarado como investimento. No caso de uma frota, por exemplo, a limpeza periódica dos caminhões, contribui para que mais tarde não haja a necessidade de fazer reparos mais caros. Uma vez que o excesso de sujeira pode comprometer, até mesmo, a credibilidade de uma transportadora.

02- A sua frota é respeitada no mercado!

Terminamos a dica anterior falando sobre credibilidade, e esse é o ponto de partida dessa dica. Basicamente, a limpeza é um fator decisivo quando queremos passar uma imagem de responsabilidade com qualquer serviço prestado. Imagine você chegando em um restaurante e se deparando com um ambiente completamente sujo… Provavelmente, essa será a última vez que esse lugar entrou como uma possibilidade de consumo!

Pois bem, com a frota de caminhão não é diferente, já que se os veículos estiverem mal cuidados, isso sugere que a sua empresa não se importa muito com a própria imagem. Além disso, seus colaboradores sentem-se mais valorizados quando percebem que higienização é levada a sério.

03- A sua lataria conservada por mais tempo!

Durante viagens longas ou curtas, é muito comum que resíduos como  areia, barro, poeira, insetos, fezes de pássaros e fatores como chuva e sol danifiquem a superfície de um caminhão. Com isso, a corrosão da lataria pode ocorrer com facilidade, por esse motivo para evitar grandes gastos, que mencionamos no começo deste conteúdo, a limpeza de uma frota precisa fazer parte da rotina.

Afinal, se reparos mais complexos de um caminhão já demandam custos altos, imagina ter que arcar com o de uma frota inteira. Logo, se a limpeza está ok, isso faz com que lá na frente alguns gastos sejam evitados.

04- Produtos confiáveis também ajudam

Agora que você já sabe por que a limpeza de uma frota é indispensável, é preciso se atentar também aos produtos que ajudam a manter a qualidade dos veículos. Em tempos que a pauta ambiental é de extrema importância, uma boa iniciativa é preferir produtos que sejam biodegradáveis. Além disso, vale lembrar que os compostos presentes acabam beneficiando também os responsáveis pela limpeza, por não causarem alergias ou irritações na pele.

O Shampoo Neutro HOMY SUPRACAR 40 conta com uma alta concentração, sendo perfeito para a lavagem de superfícies de máquinas, tratores, caminhões, colhedoras, transbordos, ônibus e automóveis em geral. Outro ponto positivo é a biodegradabilidade de tensoativos aniônicos, que garante limpeza e evita prejuízos ambientais.

Gostou deste conteúdo? Quer conhecer mais produtos para preservação automotiva e industrial? Acesse o nosso site!

Sem categoria

Limpeza dos trocadores de calor: qual produto utilizar em usinas?

A falta de manutenção do trocador pode elevar os custos de energia e prejudicar o seu funcionamento.

A limpeza dos trocadores de calor é essencial para que industrias alimentícias, químicas, siderúrgicas e petroquímicas funcionem perfeitamente. Isso porque a função desse equipamento é justamente a de transferir o calor de um fluido para outro. Logo, mediante a essa importante função são necessárias algumas revisões periódicas, e é sobre ela que falaremos a partir de agora.

Limpeza química e a limpeza mecânica: qual é a diferença?

Os métodos de limpeza industrial se diferenciam de acordo com o resultado a ser atingido, em alguns casos a combinação dos procedimentos é a melhor alternativa para uma melhor manutenção. Na limpeza dos trocadores de calor nas usinas existem duas técnicas indicadas, sendo elas a limpeza química e a limpeza mecânica.

No que se refere a limpeza química o grande ponto positivo dessa técnica é a economia do tempo. Por utilizar compostos ácidos, isso faz com que todo o processo seja mais ágil. Vale lembrar também que a indicação desse método é relevante em trocadores de calor que trabalham com a manipulação de gases, tratamento de água, sistemas de refrigeração, aquecimento, entre outras utilidades. Dessa forma problemas como erosão, contaminação cruzada de fluidos, obstruções, entupimentos e vazamentos acabam sendo evitados.

Em relação a limpeza mecânica, essa técnica acontece de maneira mais manual com o uso de uma escova rotativa, que passa por dentro dos tubos, retirando encrustações e resíduos. Outro ponto importante, é que as ferramentas utilizadas nesta limpeza vão depender do tipo de encrostação encontrada no trocador de calor. Além disso, em boa parte dos casos, a limpeza mecânica ocorre quando a química não foi o suficiente, contudo combinar as duas técnicas pode ser vantajoso para a conservação dos trocadores de calor.

.

Entenda a importância da limpeza trocadores de calor nas usinas e qual produto deve ser utilizado!

Por desempenharem um papel importante em processos complexos do setor industrial, manter os trocadores de calor limpos é uma prática que estimula a sua conservação. A eficiência desse equipamento, por exemplo, é potencializada, evitando assim que qualquer entrave prejudique as atividades industriais e gere prejuízos financeiros.

Uma dúvida muito comum na limpeza dos trocadores de calor nas usinas é sobre qual produto usar. Para isso, a Homy Química desenvolveu o Renox R100, além de retirar encrustações pesadas, poeira e ferrugem, essa solução é também biodegradável, reduzindo assim os impactos no meio ambiente. A eficiência desse produto é bem-vinda também para limpeza de superfícies de inox, alumínio galvanizado, superfícies pintadas, tubulações, tanques de armazenamento, evaporadores e condensadores.

Sem categoria

Limpeza de tanques: beleza ou necessidade?

A limpeza dos tanques facilita a localização de pontos de manutenção, além de interferir positivamente na durabilidade.

No período de entressafra tanto a manutenção corretiva quanto a preventiva são responsáveis por ajustes imprescindíveis das industrias. Dentre os inúmeros reparos, um que pode passar desapercebido é a limpeza de tanques. Contudo, quando esse procedimento é deixado de lado, o excesso de substâncias químicas pode prejudicar a sua principal função, a de armazenar. Por esse motivo, é preciso prestar atenção em todos os prejuízos a partir da não execução dessa tarefa.

Entenda por que a limpeza dos tanques interfere na escala de produção

Reparos industriais são conhecidos por levarem tempo e cuidado, afinal a produção em larga escala exige o pleno funcionamento dos equipamentos. Com isso, para que as usinas não sofram com interrupções que fujam do período de entressafra ou qualquer manutenção periódica, quando pertencentes a outro setor, alguns cuidados devem ser uma priorizados. Mesmo que alguns dirigentes acreditem que a limpeza de tanques é algo mais estético do que técnico, vale lembrar que uma manutenção bem planejada evita prejuízos financeiros.

Além disso, é preciso levar em consideração que tanques industriais têm como função o armazenamento de insumos importantes como água, óleo, substâncias químicas, tóxicas, dentre outras. Ou seja, a capacidade volumétrica de armazenamento não pode estar em risco, caso contrário os resultados são catastróficos.

No que diz respeito a produção, a qualidade está diretamente ligada aos reparos periódicos. Sendo assim, independente se os tanques fazem parte do desenvolvimento de bebidas, produtos farmacêuticos, alimentos ou limpeza, todo processo que acontece antes do produto final estar pronto deve ser conduzido por equipamentos qualificados. Outro ponto importante é que o valor investido acaba gerando um retorno de investimento, com o ganho de produtividade com menos tempo de máquinas paradas e frequência de falhas.

No que diz respeito a produção, a qualidade está diretamente ligada aos reparos periódicos. Sendo assim, independente se os tanques fazem parte do desenvolvimento de bebidas, produtos farmacêuticos, alimentos ou limpeza, todo processo que acontece antes do produto final estar pronto deve ser conduzido por equipamentos qualificados. Outro ponto importante é que o valor investido acaba gerando um retorno de investimento, com o ganho de produtividade com menos tempo de máquinas paradas e frequência de falhas.

Como escolher os produtos certos para a limpeza de tanques?

O primeiro ponto a ser levado em consideração no processo de limpeza de tanques, é que ele deve ser feito por profissionais. Sendo assim, os produtos utilizados precisam ser de qualidade e não devem ser colocados em risco a saúde dos colaboradores responsável pela remoção. Afinal, nesses procedimentos a segurança sempre deve estar em primeiro lugar. Além disso, os produtos que não agridem a natureza são prioridade.

A Homy Química conta com desincrustantes biodegradáveis, que podem ser utilizados tanto para limpeza externa quanto a limpeza interna, dentre eles destaca-se o Detergente Desincrustante/ Abrilhantador Biodegradável, contando com máxima ação na retirada de fuligem e ferrugem. Já para tanques de imersão, os Decapantes e Passadores Para Aço Inox são opções válidas por promoverem o abrilhantamento de metais.

EPIs
Indústria

O EPI é responsabilidade de todos!

Que a entressafra é o melhor período para a manutenção das suas máquinas, já ficou claro. Mas para que ela seja feita de maneira segura, se proteger é essencial. A imperícia ou negligência da equipe de manutenção durante uma intervenção de reparo nos equipamentos pode ter consequências catastróficas e acarretar em um grave acidente, com forte impacto ambiental ou, até mesmo, morte, comprometendo a imagem da empresa. Usar equipamentos de segurança é parte indispensável no processo, por isso, o uso dos EPIs são tão importantes na proteção individual de cada usuário.

Mas o que são os EPIs?

São equipamentos que protegem, individualmente, cada usuário, resguardando a saúde e a integridade física do trabalhador. A norma regulamentadora de número 6, é responsável por estabelecer as medidas para segurança e saúde no trabalho, em relação ao EPI. De acordo com a NR 6, considera-se Equipamento de Proteção Individual: todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e saúde no trabalho.”

O empregador tem o dever de fornecer o EPI correto para o empregado, já que o seu uso é obrigatório. Porém, é importante fornecer o equipamento adequado ao risco. Para garantir a qualidade do equipamento, todos têm que apresentar o Certificado de Aprovação (CA), que pode ser verificado facilmente no site do Ministério do Trabalho para verificação. Infelizmente, é possível encontrar EPIs sendo comercializados com o CA inválido, o que pode prejudicar o desempenho do equipamento e aumentar as chances de acidentes de trabalho.

Responsabilidades sobre o uso do EPI: Empregador x Empregado

A Norma Regulamentadora 6 estabelece as responsabilidades do empregador e do empregado quanto ao uso do Equipamento de Proteção Individual.

Empregador

É dever do empregador fornecer o EPI adequado ao risco da atividade com o Certificado de Aprovação e exigir o uso do equipamento ao exercer as tarefas profissionais. Além de oferecer um treinamento com as orientações necessárias sobre o uso, modo de guardar e conservação do produto.

Empregado

O empregado tem a obrigação de utilizar os equipamentos de proteção fornecidos, conservar e comunicar ao empregador, caso haja qualquer dano ao produto que o torne impróprio para uso.

O mercado de EPIs é amplo, existem diversos equipamentos de segurança para cada tipo de risco existente no ambiente de trabalho. Veja os principais para a proteção do trabalhador:

  • Calçados de Segurança
  • Capacete de Segurança
  • Capuz ou Balaclava
  • Luvas de Segurança
  • Óculos de Segurança
  • Máscaras Respiratórias
  • Cinto de Segurança
  • Vestimentas Especiais
  • Protetor Facial
  • Protetor Auricular e Abafador de Ruído
manutenção
Indústria

Manutenção Preventiva x Manutenção Corretiva

Sabe a diferença entre os dois processos de manutenção? Vem dar uma olhada no post para entender!

A segurança e a conservação das máquinas, equipamentos e estruturas industriais é muito importante. Por isso, descobrir a manutenção ideal para o bom funcionamento da sua indústria é indispensável. Enquanto a corretiva consiste na correção imediata de problemas que inviabilizam o bom funcionamento de máquinas e equipamentos, causando sérios prejuízos no processo produtivo, a manutenção preventiva, como o próprio nome diz, é uma prevenção que tem como objetivo a redução dos custos com possíveis reparos, durante a próxima colheita.

Manutenção Corretiva

Esse tipo de manutenção se resume na correção imediata de problemas que inviabilizam o bom funcionamento de máquinas e equipamentos, o que resulta em sérios prejuízos no processo produtivo. Dessa maneira, como ela não é programada é necessário substituir as peças e componentes danificados ou desgastados. Geralmente, a manutenção corretiva gera altíssimos custos para as indústrias, comprometendo o cumprimento de prazos e até mesmo o lucro do mês. Esse tipo de manutenção deve ser feito quando algum equipamento apresenta quebra ou falhas. Como ele não utiliza planejamentos, é necessário ter estoque de peças e disponibilidade de profissionais, uma vez que as falhas não são previstas.

Manutenção Preventiva

Prevenir é sempre uma boa estratégia, pois, assim, há uma facilidade de identificar os problemas, antes que seja tarde demais. A manutenção preventiva evita surpresas que não são bem-vindas, detectando e diagnosticando problemas antecipadamente. Assim, ela se resume em um conjunto de estratégias de monitoramento e controle que são sempre planejadas, sendo realizadas periodicamente com base em um cronograma.

Ao realizar o processo preventivo, os desgastes e danos ocorridos são muito menores, consequentemente, isso faz com que os custos das reposições de peças e componentes não comprometam o orçamento empresarial. Por outro lado, é importante frisar que a manutenção preventiva ocorre independentemente de danos apresentados, fazendo com que em alguns momentos a indústria tenha gastos sem necessidade imediata.

Para realizar as manutenções de maneira eficaz, a Homy Química tem diversos produtos para a limpeza das máquinas: veja todas as linhas dos produtos e descubra o mais adequado para a sua indústria.

Não esqueça de baixar o e-book e ficar ainda mais por dentro desse assunto!