A importância da utilização do fluido certo na usinagem
industrial

A importância da utilização do fluido certo na usinagem

Como os orçamentos se estreitando e toda empresa procurando espremer cada última gota de lucro de cada trabalho, o papel dos fluidos na usinagem está mudando.

Uma vez pensado como um item que era simplesmente necessário para manter as ferramentas mecânicas funcionando, hoje, os fluidos na usinagem estão tomando o centro do palco como um elemento chave na eficiência da operação, estendendo a vida das ferramentas e reduzindo custos.

Mas qual exatamente a importância dos fluidos na usinagem e como escolher o melhor tipo para cada trabalho? Quer saber mais? Continue lendo e descubra!

A importância da utilização do fluido certo na usinagem

Por que a escolha certa dos fluidos na usinagem é importante?

Os fabricantes de máquinas construíram maquinários maiores, mais rápidos e mais produtivos, exigindo mais desempenho de seus fluidos de usinagem.

Quando se olha especificamente para o segmento de usinagem, escolher o fluido certo antes de iniciar o trabalho assume uma importância maior. Combinar o fluido correto com as ferramentas, materiais e operações é cada vez mais crítico.

A usinagem de metais pode causar uma quantidade significativa de tensão e deformação no material que está sendo formado. Para prolongar a vida útil da ferramenta e obter um produto acabado melhor, os fluidos de corte são essenciais. Esses fluidos também são importantes em como o processo de usinagem executa a função pretendida.

Existe um fluido de usinagem que funcione para todas as máquinas e aplicações? Provavelmente, um fluido universal não estará disponível. Mas certamente existem escolhas ótimas que podem e devem ser feitas para maximizar as operações e a vida útil das ferramentas.

Ter um fabricante de fluidos para usinagem de metais ou um parceiro distribuidor que realmente dedique tempo para entender as necessidades de aplicação do cliente é a chave. Quanto mais o fornecedor entender a operação do cliente, melhores serão suas recomendações e mais bem-sucedido será a aplicação.

Como fazer a escolha do fluido de usinagem?

Um centro de usinagem pode estar envolvido em muitas operações, com cada uma exigindo um lubrificante, material e ferramenta de uma maneira diferente.

Algumas dessas operações, como a extrusão, podem ser muito estressantes, enquanto outras, como a torneamento, são geralmente mais fáceis. Uma variável que não pode ser negligenciada é o tipo de metal que está sendo trabalhado ou formado.

Semelhante à maioria dos lubrificantes, os fluidos de usinagem podem ser formulados com uma variedade de óleos base e aditivos. Estes devem ser casados ​​com a operação e o material sendo usinado para melhores resultados.

Ao contrário dos lubrificantes tradicionais, os fluidos de usinagem tendem a ter mais soluções de óleo e água que combinam as propriedades lubrificantes do óleo com a capacidade de refrigeração da água.

Outras opções de óleo base incluem óleos semi-sintéticos e lubrificantes sintéticos completos. Cada um destes tipos é único e pode ser misturado com uma variedade de aditivos para melhorar, suprimir ou adicionar propriedades ao óleo base.

Um problema com os aditivos que são exclusivos dos fluidos de usinagem é a interação não intencional da superfície com o material a ser usinado. Um bom exemplo é o uso de aditivos de extrema pressão com enxofre ativo. Sabe-se que estes tipos de aditivos mancham materiais feitos de uma liga de metal amarelo.

Isso pode fazer com que o material a ser usinado seja rejeitado com base no acabamento superficial necessário. No entanto, esses aditivos podem ajudar o processo de usinagem a remover o material e, ao mesmo tempo, reduzir os danos causados ​​à máquina. Portanto, é importante selecionar os aditivos corretos para o fluido de usinagem desde o início para obter o máximo retorno do seu investimento.

Como você pode ver, existem inúmeras opções quando se trata de fluidos para usinagem. Muitas das mesmas regras se aplicam aos lubrificantes tradicionais. Eles devem ser selecionados com base no óleo de base e nos aditivos corretos, tudo isso tendo em mente o tipo de metal que está sendo usinado e quaisquer possíveis efeitos colaterais do fluido no material.

E se você quiser um apoio na hora de escolher o fluido certo para sua operação de usinagem, entre em contato conosco! Temos consultores sempre prontos para ajudá-lo!

Gostou do nosso texto? Assine gratuitamente nossa newsletter e receba todas as nossas dicas diretamente no seu e-mail!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *