Indústria

Homy Química avança e conquista licença da ANP

A ANP (Agência Nacional do Petróleo) fiscaliza os produtos de refinarias derivados do petróleo

Agora, a Homy Química é autorizada pela ANP e ganhou o reconhecimento de fabricante de lubrificantes, vendedora de óleos básicos e distribuidora de solventes produzidos pelas refinarias do país. 

Sobre a ANP

Segundo o portal oficial, a Agência Nacional do Petróleo trabalha com foco na defesa dos direitos dos consumidores; para isso, vem aperfeiçoando as ações de fiscalização e de monitoramento na qualidade dos produtos, atuando nas áreas de exploração, produção, refino e processamento de petróleo e gás natural, entre outros.

A Agência zela para que as empresas reguladas cumpram os contratos de exploração e produção de óleo e gás, colocando em prática os procedimento e técnicas comprovadamente eficazes para a segurança das operações, a eficiência energética, a proteção do meio ambiente e da saúde humana. 

Processo para o licenciamento 

A trajetória para conseguir a licença não foi fácil. O diretor e presidente da empresa, Homero Tonette Cayres, comenta que “o procedimento era bem longo. Foram 2 anos e meio até atendermos todas as demandas exigidas pela ANP, pois exigia a construção de tanques, passarelas, testes de arcação, estanquidade, bacias de contenção para vazamento, entre outros”.

Benefícios para a empresa e para os consumidores

Essa conquista permite que a Homy tenha acesso às refinarias de forma direta e também podemos importar qualquer derivados de petróleo. Homero também fala mais sobre os benefícios da licença. “Isso nos coloca como uma empresa de capacidade de consumo muita alta, assim como as grandes refinarias do país. Nos posiciona com a mesma competência de preço para comercializar no mercado”. 

Mas as vantagens não abrangem só a Homy, não. Os clientes terão a consciência tranquila para comprar os produtos, já que tudo será monitorado e vistoriado, todos dentro dos procedimentos exigidos pela ANP.

As linhas beneficiadas são as de lubrificantes, desengraxantes e solventes. 

A importância dos óleos lubrificantes para a eficiência energética dos equipamentos

Os óleos têm um papel indispensável para isso! Independente da função, eles possuem uma boa performance para a produtividade da indústria. Os lubrificantes têm a função de:

  • Proteção contra corrosão e oxidação;
  • Minimização de impactos e ruídos;
  • Redução de atrito superficial;
  • Transmissão de força;
  • Refrigeração;
  • Limpeza.

A eficiência energética deve ser medida em termos de redução da energia consumida. Dessa forma, os critérios de qualidade de um óleo lubrificante no contexto da eficiência estão relacionados ao quanto de energia uma determinada máquina exige para funcionar corretamente. Quer saber mais? Então confira a nossa matéria sobre o assunto aqui e não deixe de conhecer a nossa linhas de produtos! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *