Saiba como ter bons resultados utilizando desmoldantes vegetais nas formas de concreto
industrial

Saiba como ter bons resultados utilizando desmoldantes vegetais nas formas de concreto

Os desmoldantes vegetais chegaram ao mercado com um bom alarde comercial. Afinal de contas, trata-se de um produto versátil e que tem como principal objetivo impedir a aderência entre o concreto e os moldes utilizados.

Assim, a desforma acontece sem grandes resistências e tanto as formas quanto as peças utilizadas no processo ganham um tempo a mais de vida útil. Quer saber por que isso ocorre e como obter bons resultados utilizando desmoldantes vegetais nas formas de concreto, otimizando assim os recursos usados no projeto? Basta seguir com a leitura deste post!

Como funciona um desmoldante para formas

O produto, em geral, é feito à base de óleos puros ou emulsões oleosas que tendem a criar uma fina película entre as formas e o concreto. Como dito, essa imperceptível camada é suficiente para evitar que ocorra a aderência do material nos moldes.

E se você acha que isso ajuda apenas na execução de tarefas construtivas, ledo engano. Desmoldantes vegetais e de outras procedências também são recomendados para reduzir o esforço empreendido na limpeza dos equipamentos de construção, já que ocorrerá menos resistência do concreto, por exemplo.

Obter bons resultados no uso do produto, no entanto, é algo que demanda conhecimento e planejamento por parte de sua equipe. Vamos entender por quê?

Saiba como ter bons resultados utilizando desmoldantes vegetais nas formas de concreto

Aprenda sobre os diferentes tipos de desmoldantes

Além dos desmoldantes vegetais você tem outras opções disponíveis no mercado. Porém, vale analisar primeiramente o material das formas utilizadas em seus projetos. Os elementos mais comuns são aqueles conhecidos como absorventes (em madeira, por exemplo) e os de baixa absorção — casos das formas de alumínio ou de materiais sintéticos.

Por sua vez, existem os desmoldantes vegetais — biodegradável, atendendo às normas ambientais e trabalhistas e com ótimo rendimento geral (até 200 m² por litro) —, minerais ou obtidos por meio de uma pontual mistura de óleos, aditivos e água.

Nesse aspecto, convém observar que os desmoldantes à base de óleos funcionam em moldes de madeira e de baixa absorção. Certifique-se, apenas, de que você escolheu o produto mais apropriado para os materiais presentes no seu canteiro de obras.

Saiba como ter bons resultados utilizando desmoldantes vegetais nas formas de concreto

Identifique o uso da melhor quantidade

O prejuízo e o desperdício estão entre os principais problemas de um projeto de reforma ou construção. Por isso, os desmoldantes vegetais ou de outros tipos podem compor resultados mais precisos quando sua equipe conhece a quantidade ideal para utilizá-los.

Isso faz com que ocorram menos desperdícios, otimizando ao máximo os recursos. Para calcular a quantidade de desmoldante, basta verificar a ficha técnica do produto que você utiliza em suas obras. Vale uma dica: se o molde tiver como característica a impermeabilidade e a superfície lisa, menos desmoldante será necessário.

Caso ocorra um excesso na utilização dos desmoldantes vegetais, o trabalho se torna mais desafiador do que facilitado por esse tipo de produto. Por isso, a dosagem é essencial.

Saiba como ter bons resultados utilizando desmoldantes vegetais nas formas de concreto

Conheça boas práticas na utilização de desmoldantes vegetais

Por fim, recomendamos que você considere nossas dicas para que a boa prática seja uma constante no uso de desmoldantes vegetais ou de outra procedência. Entre elas:

  • Lembre-se sempre de limpar bem as formas antes de utilizá-las, pois o acúmulo de resíduos atrapalha o trabalho do produto;
  • Verifique também as recomendações do fabricante de se desmoldante a respeito da diluição do produto — se aplicável;
  • Não unte as formas com muita antecedência; isso evita a fácil aderência de poeira.

Outra maneira muito produtiva de valorizar os produtos utilizados e facilitar a rotina no canteiro de obras é por meio de marcas renomadas no mercado, que entendam os desafios diários de sua equipe. É o caso, por exemplo, dos desmoldantes vegetais da Homy Química.

Biodegradáveis e de alto desempenho, os desmoldantes vegetais são produzidos a parttir de matérias primas nobres e ajudam a elevar a produtividade da concretagem, bem como a durabilidade das formas utilizadas. Tudo com segurança e flexibilidade de uso. Clique aqui e fique  por dentro desta e de tantas outras soluções para o seu negócio!

Aproveite e preencha o formulário abaixo para receber nossos conteúdos exclusivos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *