Saiba o que é responsabilidade social e como aplicá-la
industrial

Saiba o que é responsabilidade social e como aplicá-la

A etiqueta de preço ainda é um fator relevante para o consumidor, mas é fato inegável que a responsabilidade social de uma empresa está cada vez mais presente no poder de decisão. Por exemplo: pesquisa realizada pela Nielsen, em 2015, apontava que 66% dos entrevistados disseram aceitar pagar mais, por um produto ou serviço, de marcas engajadas socialmente.

Inclusive, o resultado foi 11% maior do que o registrado em 2014 e 16% a mais do que obtido no ano anterior. Cada vez mais as pessoas estão cientes que têm participação ativa na maneira com a qual as suas marcas se relacionam com o meio ambiente.

Mas a responsabilidade social não se restringe apenas à questão de sustentabilidade. Neste post vamos entender o conceito de responsabilidade social e a relevância das empresas em apoiarem a causa. Confira!

O que é responsabilidade social?

O conceito se ampara na gestão de uma marca segundo a ética e a responsabilidade das marcas no desenvolvimento sustentável da sociedade. E isso refletido tanto em ações externas — para o público, portanto — quanto em internas.

A questão, aqui, se concentra no apelo voluntário da responsabilidade social. São ações que visam o desenvolvimento de valores humanos, priorizando um futuro mais harmônico para todos, sem distinções.

Saiba o que é responsabilidade social e como aplicá-la

Como colocar o conceito em prática?

A Homy, por exemplo, tem participação ativa em uma série de campanhas sociais. Entre elas:

  • Campanha de Prevenção contra o Câncer;
  • Campanha de Combate à Dengue;
  • Campanha de Controle de Vetores.

Além disso, a empresa também está envolvida no financiamento de diversos projetos culturais a partir das leis de incentivo fiscal. Um esforço complementar aos serviços e produtos prestados, como uma gratificante retribuição à sociedade.

Para isso funcionar, entretanto, as empresas devem passar por uma reflexão profunda dos seus próprios valores e missão. A começar por:

Nova visão corporativa
A cultura organizacional de uma empresa deve focar na preservação ambiental, no bem-estar e na qualificação de sua equipe e no desenvolvimento equilibrado, com ética e transparência.

Plano de ação levado a sério
Comece as mudanças de dentro para fora. Com um plano de ação consistente, uma empresa que acredite em sua cultura organizacional leva o conceito, naturalmente, para as ações que o público consegue perceber.

Comunicação transparente com o consumidor
Com as transformações acontecendo dentro da empresa, o tom de voz, abordagem e as ações efetuadas pela empresa são sensivelmente percebidas pelo mercado. Com isso, cria-se uma identidade de responsabilidade social para a sua marca.

Vale, inclusive, estabelecer um canal de diálogo direto com o público. Assim, sua empresa passa a ouvir mais quem realmente interage com o negócio diariamente: o seu público-alvo.

A humanização da marca
A responsabilidade social é um reflexo do exemplo que você almeja ser. E, como já mencionamos, isso influencia também as ações internas. Ou seja: você deve transformar a sua empresa em um lugar onde todos gostam — e gostariam — de trabalhar.

O crescimento profissional, as missões e valores alinhados ao perfil dos colaboradores e um ambiente qualitativamente produtivo dão um DNA à empresa. E são questões que ajudam a agregar ainda mais valor ao seu negócio.

Saiba o que é responsabilidade social e como aplicá-la

Invista em ações socialmente responsáveis

Por fim, a responsabilidade social deve ser expandida em ações que retribuam à sociedade de alguma maneira. As certificações ISO são bons exemplos disso, mostrando o foco corporativo em atender às exigências e produzir mais com menos impacto ambiental, por exemplo.

Mas existem ações de todos os tipos que uma empresa pode empreender para fortalecer sua responsabilidade social. Além das já citadas, e praticadas pela Homy, existem aquelas focadas no desenvolvimento de serviços de saneamento básico, educação, esporte, proteção ambiental e fomento à saúde, entre tantos outros.

Uma boa gestão de responsabilidade social é o contínuo — ainda que natural — esforço em desenvolver-se, mas em coletivo, e não individualmente. E como estamos dentro desse assunto tão importante, que tal conhecer também a destinação correta dos resíduos industriais e descobrir se a sua empresa está alinhada ao conceito?

 Curtiu o artigo? Quer ficar por dentro de todos os termos, novidades e dicas do ramo? Cadastre seu e-mail no campo abaixo!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *