Blog-Homy_0001_Layer_2

O EPI é responsabilidade de todos!

 Que a entressafra é o melhor período para a manutenção das suas máquinas, já ficou claro. Mas para que ela seja feita de maneira segura, se proteger é essencial. A imperícia ou negligência da equipe de manutenção durante uma intervenção de reparo nos equipamentos pode ter consequências catastróficas e acarretar em um grave acidente, com forte impacto ambiental ou, até mesmo, morte, comprometendo a imagem da empresa. Usar equipamentos de segurança é parte indispensável no processo, por isso, o uso dos EPIs são tão importantes na proteção individual de cada usuário.

Mas o que são os EPIs?

São equipamentos que protegem, individualmente, cada usuário, resguardando a saúde e a integridade física do trabalhador. A norma regulamentadora de número 6, é responsável por estabelecer as medidas para segurança e saúde no trabalho, em relação ao EPI. De acordo com a NR 6, considera-se Equipamento de Proteção Individual: “todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e saúde no trabalho.”

O empregador tem o dever de fornecer o EPI correto para o empregado, já que o seu uso é obrigatório. Porém, é importante fornecer o equipamento adequado ao risco. Para garantir a qualidade do equipamento, todos têm que apresentar o Certificado de Aprovação (CA), que pode ser verificado facilmente no site do Ministério do Trabalho para verificação. Infelizmente, é possível encontrar EPIs sendo comercializados com o CA inválido, o que pode prejudicar o desempenho do equipamento e aumentar as chances de acidentes de trabalho.

Responsabilidades sobre o uso do EPI: Empregador x Empregado

A Norma Regulamentadora 6 estabelece as responsabilidades do empregador e do empregado quanto ao uso do Equipamento de Proteção Individual.

Empregador

É dever do empregador fornecer o EPI adequado ao risco da atividade com o Certificado de Aprovação e exigir o uso do equipamento ao exercer as tarefas profissionais. Além de oferecer um treinamento com as orientações necessárias sobre o uso, modo de guardar e conservação do produto.

Empregado

O empregado tem a obrigação de utilizar os equipamentos de proteção fornecidos, conservar e comunicar ao empregador, caso haja qualquer dano ao produto que o torne impróprio para uso.

O mercado de EPIs é amplo, existem diversos equipamentos de segurança para cada tipo de risco existente no ambiente de trabalho. Veja os principais para a proteção do trabalhador:

  • Calçados de Segurança
  • Capacete de Segurança
  • Capuz ou Balaclava
  • Luvas de Segurança
  • Óculos de Segurança
  • Máscaras Respiratórias
  • Cinto de Segurança
  • Vestimentas Especiais
  • Protetor Facial
  • Protetor Auricular e Abafador de Ruído